sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Pessoas e Estrelas e Mundo Corporativo

Postado por Glaucia Mizuki às 13:28 0 comentários

Eu não entendo a disposição das pessoas em permanecerem estrelas solitárias... e pensam que precisam apagar o brilho das outras para brilhar mais?
É puro desconhecimento ...
No céu que observamos há estrelas de épocas diferentes, há estrelas de hoje que veremos somente daqui a 50 anos brilhando , e a distância da Terra e cada estrela também é diferente...então quanto mais perto você estiver, antes se vê o seu brilho.
Assim, não adianta se isolar ou se distanciar do mundo para querer brilhar mais...quanto mais longe de todos você se coloca, mais seu brilho vai demorar para chegar.
Não adianta querer apagar o brilho alheio, estrelas não conseguem fazer isto ... a única forma de uma estrela fazer isto é MORRENDO DE DENTRO PARA FORA e transformando-se num buraco negro, e aí seu campo gravitacional "suga" tudo em sua volta (inclusive outras estrelas). E ninguém brilha mais rs entendeu né?
Então, não tenha medo, faça parcerias.
Não tenha medo, relacione-se. Compartilhe saberes. 
A ideia genial que você teve, com certeza, dezenas de outras pessoas também já tiveram. Compartilhe suas ideias.
Não tenha medo, o que os outros postam não são indiretas para você e se for, qual a importância disto para quem para brilhar na amplitude do universo?
Não tenha medo, brilhe e compartilhe.
Pois não há alegria maior do que se alegrar com o brilho dos outros,
é como se você brilhasse mais também. Tente.

Glaucia Mizuki

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Sonho de Saudade

Postado por Glaucia Mizuki às 08:19 1 comentários

Enquanto eu dormir, verei o teu sorriso.
E não mais uma lembrança embaçada da realidade.
Você sorri como ninguém
e dormindo, teu sorriso me abraça.  
E nos abraçamos tão forte que nos desequilibramos.
Caímos de alegria.

Sorrimos tão alto 
e nossa alegria é uma gota da eternidade.

Um abraço tão forte que toda saudade parece
espremida
pela felicidade.

E em sua felicidade costuro minha esperança. 
Um dia... vamos sorrir juntas de verdade, 
de novo, 
e o sonho ficará na saudade.










quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Quatro cordas

Postado por Glaucia Mizuki às 18:22 0 comentários

Um artista e seu violino
e um artista ainda menino.

__Bravo! - disse o menino batendo palmas.
__Quer tocar também? - perguntou o artista.

E a resposta foi um sorriso e um abraço.

Uma alma viajante, tocada pela alegria de um menino.
Uma alma pequenina, tocada pelo som do violino.

E cada um seguiu seu caminho...

...o menino com seus quatro anos
e o artista com suas quatro cordas.


segunda-feira, 9 de março de 2015

Meu gurizinho

Postado por Glaucia Mizuki às 07:00 0 comentários

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Estava indo tão bem o poema...

Postado por Glaucia Mizuki às 19:36 0 comentários

Esta indo tão bem o poema... desandou.
Não sabia o poeta se era uma curva do pensamento,
ou um tropeço da rima.
Estava indo tão bem o poema...
Tragédia literária? 
Coisa pequena.
(talvez para a alma que não gostou do poema).
Estava indo tão bem...
Perdeu o pensamento? Fugiu a inspiração?
Estava indo tão... 
bem, o poema... desandou.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

A FOLHA

Postado por Glaucia Mizuki às 20:26 0 comentários


No início ...o vento  afaga as folhas nas copas das árvores 
e atravessa a luz do sol.
Depois ...a folha voando beija uma face, e é recebida com espanto.
E no fim... é um canto. Um sopro. Uivo. Sussurro.

A folha e a brisa, a boca e a face.
A todos o sol ilumina
a todos o vento afaga.
E todos parados em seu instante
menos a folha...
voando.

A exceção, a folha perdida.
A corajosa, cheia de vida.
A solitária.
Esquecida...voando.

A folha vagueia.
Pairando no ar.
Cantando. 
Suspira e mergulha no vento.
INSPIRA é folha livre
EXPIRA e está na teia.

Não está mais voando. 
Não está caída no chão.

A exceção, a folha na teia.
A corajosa, cheia de vida.
A solitária.
Esquecida...voando no pensamento preso da teia.








sábado, 22 de novembro de 2014

Como sementes de dente de leão

Postado por Glaucia Mizuki às 10:29 0 comentários
A arte do meu olhar
impressa 
na menina do teus olhos...

é orgulho
medo
herança,
amor
sonho
esperança.

_Vai ... - digo soprando teus cabelos 
como fossem sementes de dente de leão.
E meu apego diz
- ...fica!



Espie aqui:

 

Palavras ... Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea